Lelo e Aline pedem instituição de conselhos

Órgãos que tratam dos direitos da mulher, portadores de deficiência e de políticas antidrogas ainda não foram efetivados em Barra Bonita

Publicado em: 13 de junho de 2018

Conselhos municipais que tratam dos direitos da mulher, dos portadores de deficiência e de políticas antidrogas ainda não foram efetivados em Barra Bonita. O alerta é dos vereadores Lelo Lodi (PP) e Aline Castro (PEN), autores de três Moções de Apelo solicitando o funcionamento dos órgãos na cidade. “Infelizmente não temos a cultura de conselhos na cidade”, critica Aline.

 

O Conselho Municipal da Pessoa Portadora de Deficiência foi aprovado em 1.996 e desde então não atua de forma plena. Seu principal objetivo é desenvolver ações no sentido de diminuir o preconceito e conscientizar a população sobre as dificuldades diárias enfrentadas por essas pessoas.

 

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher foi criado em 2003 e aperfeiçoado por Aline através de alterações na lei original efetuadas no ano passado. “Sempre pautei meu trabalho na defesa dos direitos da mulher, na redução da violência e em sua inserção no mercado de trabalho”, afirma Aline. “E a implantação desse conselho não trará custos ao município”, defende.

 

Criado em 2011, o Conselho Municipal Antidrogas (Comad) ainda não foi instituído até o momento. “Infelizmente o problema relativo às drogas cresce diariamente na cidade e precisamos lutar por tratamento digno àqueles que são marginalizados e não tem respaldo”, ressalta Lelo.


Publicado por: Gabriel Pizzo Ottoboni - Ass. de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Cadastre-se e receba notícias em seu email