Vereadores querem informações sobre Banco Municipal de Alimentos

Lei proposta por Gervásio Aristides da Silva é de 2001; Marquinhos Gava também assina Requerimento

Publicado em: 30 de agosto de 2018

Em 2001, a Câmara Municipal aprovou por unanimidade o Projeto de Lei 2.175, de autoria do vereador Gervásio Aristides da Silva (PP), que cria em Barra Bonita o Banco Municipal de Alimentos. O objetivo do programa é coletar alimentos doados por estabelecimentos comerciais e industriais ligados à venda no varejo e no atacado e distribuí-los a entidades e associações. Os produtos seriam repassados em forma de refeições a pessoas carentes sem custo. O texto foi sancionado e promulgado pelo então prefeito da época, o advogado José Carlos de Mello Teixeira (Nenê).

 

Nesta segunda-feira (27), Gervásio e Marquinhos Gava (PR) apresentaram Requerimento questionando o Executivo sobre a aplicação do programa. “Há anos busco alternativas para amenizar o sofrimento de famílias de baixa renda e em vulnerabilidade social. Já se passaram 17 anos da aprovação da referida lei, mas infelizmente até o presente nada foi realizado”, explica Gervásio.

 

Ambos perguntam por que a Prefeitura ainda não efetivou o projeto, se há cadastro atualizado das famílias em situação de vulnerabilidade social e qual o prazo para a criação e instalação do Banco Municipal de Alimentos.

 

A Câmara deve receber as respostas em até 15 dias.


Publicado por: Gabriel Pizzo Ottoboni - Ass. de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Cadastre-se e receba notícias em seu email