Gava e Aline Castro questionam Prefeitura sobre determinações da CPI dos Plantões

Vereadores querem saber quais as medidas adotadas pela administração para melhorar a gestão do Hospital e Maternidade São José

Publicado em: 27 de março de 2019

Através de Requerimento apresentado na sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (25), os vereadores Marquinhos Gava (PR) e Aline Castro (PEN) querem saber quais as medidas adotadas pela Prefeitura em razão da CPI dos Plantões, instaurada pela Câmara Municipal para investigar o repasse de recursos públicos ao Hospital e Maternidade São José.

 

Um dos itens do relatório final da CPI determinou à administração municipal recomendações para melhorar a gestão e acompanhar o cumprimento das normas do convênio para prestação de serviços do pronto-socorro da instituição. Uma delas era a nomeação de gestor tecnicamente capacitado.

 

No documento, os parlamentares perguntam o que foi feito nos últimos quatro meses  em relação à fiscalização do convênio entre o São José e a Prefeitura. Solicitam ainda o envio de documentos comprobatórios.

 

Aline afirma que a situação preocupa a população. Ela alega que precisou interferir no caso em que um médico plantonista a distância se recusava a atender uma gestante. “E foi comprovado que a paciente necessitava de uma cesárea”.

 

Para Gava, os impostos pagos pela população precisam ser convertidos em serviços públicos de qualidade. “O tempo de espera para o atendimento no pronto-socorro é absurdo”.

 

A propositura foi encaminhada para a Prefeitura. 

 


Publicado por: Gabriel Pizzo Ottoboni - Ass. de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Cadastre-se e receba notícias em seu email