Vereadores questionam plantão de farmácias, finanças da Educação e retrocessão de terrenos

Requerimentos sobre os assuntos foram apresentados durante a sessão desta segunda-feira

Publicado em: 02 de maio de 2019

Três Requerimentos foram apresentados durante a sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (29/04). Os parlamentares questionaram a Prefeitura sobre a escala de plantão das farmácias, a situação financeira da pasta da Educação e a retrocessão de terrenos.

 

A primeira propositura, de autoria do vereador Sandro Alponte (PROS), pergunta quantas farmácias estão cadastradas no município e quais os estabelecimentos aptos a efetuarem o plantão – ele também solicita o envio de cópia da escala de plantão.

 

O parlamentar alega que nos dias 20 e 24 de abril diversos munícipes não encontraram farmácias abertas no período noturno. Além disso, alguns estabelecimentos estariam descumprindo lei municipal que versa sobre a obrigatoriedade de cartaz informando qual farmácia está de plantão no dia em questão. “Tenho recebido inúmeras reclamações sobre a mudança repentina no plantão das farmácias, o que prejudica demais a população”, alega. “Portanto, essas informações são necessárias para averiguar o cumprimento da lei vigente e eventual necessidade de alteração”.  

 

Gervásio Aristides da Silva (PP) quer saber os valores previstos e utilizados na área de educação nos últimos três anos, incluindo o Fundeb, e informações relativas ao transporte de alunos, como o pagamento junto à empresa prestadora do serviço e o cronograma de pontos, horários e escolas. “Existem alguns problemas relacionados ao transporte de alunos, como atrasos e pontos que os ônibus não passam, fazendo com que os alunos percam as primeiras aulas”, alega.

 

Em seguida, o vereador Lelo Lodi (PP) apresentou matéria perguntando sobre a quantidade de terrenos localizados no Distrito Industrial devolvidos ao município e qual o prazo para a realização de novas licitações. “O objetivo é acelerar a vinda de novas empresas para a cidade”.

 

A Prefeitura deve encaminhar as respostas em até 15 dias. 


Publicado por: Gabriel Pizzo Ottoboni - Ass. de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Cadastre-se e receba notícias em seu email