Marquinhos Gava apresenta três Requerimentos

Vereador solicita informações sobre ETE e retirada de ar de canos d’água, além de solicitar presença de funcionários públicos na Câmara

Publicado em: 07 de agosto de 2019

O vereador Marquinhos Gava (PR) apresentou três Requerimentos durante a sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (05).

 

O primeiro versa sobre a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). O parlamentar quer saber qual o percentual de esgoto tratado atualmente, capacidade de tratamento, relação de cargos e salários dos funcionários e qual a data prevista pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) para que a cidade tenha 100% do esgoto tratado.

 

Gava alega que notou pouca movimentação no local durante recente visita, o que gerou dúvidas em relação ao efetivo funcionamento da estação. “A obra custou mais de R$ 30 milhões e gerou muita expectativa, pois reflete no aumento da qualidade de vida, com enorme ganho ambiental principalmente em relação à preservação do rio Tietê”.  

 

Em seguida Gava apresentou – ao lado de Edson Souza de Jesus (PSDB) – novo Requerimento direcionado à autarquia, desta vez sobre a instalação de equipamentos para retirada do ar dos canos de água dos imóveis. Ele quer saber quantos equipamentos foram instalados em Barra Bonita, o valor cobrado pelo SAAE, qual o prazo para efetuar o serviço após o pedido realizado pelo consumidor e como é feita a divulgação do mesmo, instituído pela lei nº 2.315, de 29 de março de 2004.

 

“É de conhecimento público que constantemente as redes de águas são ocupadas por grande quantidade de ar, o que faz com que o relógio vire mais do que deveria, acarretando um consumo maior do que aquele efetivamente realizado e causando o prejuízo ao consumidor”, justifica. “Ciente dessa situação, o Requerimento vem ao encontro do interesse público dos consumidores de água, devendo a autarquia esclarecer as indagações em prestígio à transparência até mesmo porque, caso seja necessário, a Câmara poderá propor medidas e alterações legislativas, dentro de sua competência, para melhorar os serviços”.

 

As proposituras foram aprovadas por unanimidade e o prazo para as respostas é de 15 dias.

 

Por último, o parlamentar solicita a convocação de funcionários públicos municipais membros da Comissão de Avaliação de Metas destinada a atuar em convênio celebrado entre a Prefeitura e Hospital e Maternidade São José para prestar esclarecimentos quanto às metas atingidas. Eles devem comparecer à Câmara Municipal na próxima sessão ordinária, marcada para o dia 12.

 

Gava foi o presidente da CPI dos Plantões, constituída ainda pelos vereadores Edson Souza de Jesus e Adriano Testa (PROS) e instaurada para fiscalizar a aplicação de recursos públicos pela entidade. Relatório recomendando providências foi encaminhado para a Prefeitura e para os ministérios públicos Estadual e Federal.


Publicado por: Gabriel Pizzo Ottoboni - Ass. de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Cadastre-se e receba notícias em seu email