Vereadores estudam acionar MP pela duplicação da SP-255

Requerimento apresentado esta semana questiona ainda concessionária sobre estudo de viabilidade do Ponto a Ponto ou da tarifa diferenciada entre Barra e Jaú

Publicado em: 20 de novembro de 2019

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade esta semana Requerimento à Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) extensível à Arteris/Via Paulista, empresa concessionária da SP-255. No pedido de informações, os vereadores Niles Zambelo Jr. (MDB) e Marquinhos Gava (PR) perguntam se já foram realizados estudos referentes à viabilidade de implantação do sistema Ponto a Ponto ou da tarifa diferenciada no trecho entre Barra Bonita e Jaú – as modalidades preveem descontos no valor do pedágio e estão previstas no contrato de concessão.

 

Paralelamente à propositura, Niles sugeriu a possibilidade da Câmara Municipal acionar o Ministério Público (MP) pelo início das obras de duplicação da pista. “O início das obras foi postergado por um ano e daqui alguns dias esse prazo já vence. Se reajustarem novamente o valor do pedágio sem o início da duplicação seremos obrigados a procurar o Ministério Público”, afirma.

 

A iniciativa conta com o apoio do presidente da Casa de Leis. “Já temos documentos suficientes para uma representação contra a empresa, pois somente dessa forma irão se movimentar neste sentido”, acredita Claudecir Paschoal.

 

Em relação ao Requerimento, Gava lembra que a licitação de concessão de uso da rodovia rendeu mais de R$ 1 bilhão ao governo do Estado, porém o montante foi investido no Rodoanel, não trazendo benefícios para as cidades localizadas ao entorno da pista. “Infelizmente nosso presente não foi a duplicação, mas sim o pedágio, inclusive com aumento em curto período de funcionamento”.

 


Publicado por: Gabriel Pizzo Ottoboni - Ass. de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Cadastre-se e receba notícias em seu email