Mototaxistas querem pagar menos impostos

Publicado em: 04 de junho de 2014

Mototaxistas de Barra Bonita se reuniram com vereadores para reivindicar mudanças nas leis que regem a profissão. Gervásio Aristides da Silva (PP), Edson Souza de Jesus (PRP), Jairo Meschiato (Solidariedade) e Valdete Filomena dos Santos receberam lista de exigências da categoria durante encontro realizado na sede do Legislativo em 30 de maio.

Entre os pedidos, 15 representantes da classe – entre eles três donos de base – solicitaram a mudança no prazo para recadastramento e os documentos solicitados, além da ampliação do prazo para o uso das motos, atualmente em oito anos. De acordo com os parlamentares, no entanto, essas mudanças não serão realizadas, pois estão em desacordo com lei federal que trata da regulamentação da atividade dos profissionais de transporte de passageiros.

Além disso, os mototaxistas querem isenção sobre o valor do Imposto sobre Veículos Automotivos (IPVA) e a revisão do Imposto Sobre Serviços (ISS). Eles alegam que o preço cobrado em Barra Bonita (cerca de R$ 140) é o dobro em comparação a cidades do mesmo porte.

Também solicitaram maior fiscalização em áreas exclusivas para motos e de pessoas que não estão cadastradas e mesmo assim atuam no setor.

De acordo com Valdete, a Câmara irá analisar as medidas que podem ser adotadas. “Vamos também verificar junto ao Executivo a execução daquilo que for de sua competência”, garantiu.

Barra Bonita possui oito bases e 102 mototaxistas cadastrados. 


Publicado por: Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email